Inspirada no Deserto do Atacama, Patrícia Vieira surpreende a todos com sua coleção e recebe título de Professora Honoris Causa

Compartilhe nas Redes Sociais
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Foi do Chile que veio a inspiração para a estilista Patrícia Vieira criar sua coleção exposta nesta sexta-feira. Com o palco sendo o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, ela orquestrou uma linda passarela que tinha até sal grosso no chão. Claro que tudo foi minimamente pensado, em sua última viagem ao Deserto do Atacama chileno, o mais árido do mundo, a estilista viu na linda e turística paisagem, uma arte a ser importada para suas maravilhosas peças.

As areias do extenso clima desértico estamparam lindas camurças, enquanto que o céu hipnotizante da região e símbolos do zodíaco foram retratados em forma de arte contemporânea, em parceria com a ilustradora Clara Veiga. Canetas foram utilizadas para grafitar jaquetas e saias da estilista, um resultado admirável, bonito de se ver. Mas a arte manual não parou por aí, a designer e artista plástica Klaucia Badaró, estampou listras à mão em forma de pinturas, deixando mais lindas ainda as estilosas peças da coleção de Patrícia.

O couro, carro chefe da estilista, veio com tudo. Ela utilizou cores metálicas fazendo um mix de sensualidade e ousadia, trazendo tons de ouro, areia, azul e ainda bastante tapeçaria chilena.

Após o lindo e mordeno desfile, o climax da noite: Patrícia Vieira recebeu o título de Professora Honoris Causa, sendo aplaudida de pé por todos os presentes. No cerimonial tivemos a participação de Marília Gabriela, amiga pessoal da estilista, e Paulo Borges, idealizador do São Paulo Fashion Week, dando depoimentos emocionantes sobre a estrelada trajetória na moda da artista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Open chat
1
Olá!
Bem Vindo a Revista Digital mais querida da Amazônia!
Powered by