New Balance dá mais um passo para se aproximar das novas gerações
Não se exercitar pode ser tão ruim quanto fumar, diz pesquisador
Por que jogar ‘Fortnite’ é bom (ou não tão ruim) para o seu filho
Tudo sobre o Juma Amazon Lodge
Como combinar cores de roupas: 4 dicas simples e certeiras
Florença é a capital da moda masculina
Você sabe a diferença entre brinquedos educativos e pedagógicos?
Pousada Recanto dos Pássaros, conforto e tranquilidade em Presidente Figueiredo
OS BENEFÍCIOS DO GOSTO PELOS GIBIS, HQ’S E DESENHOS
looks com pochete e belt bag para você se jogar na tendência
Teatro Móvel quer inspirar crianças a trabalhar com tecnologia
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

SEU FILHO TEM MEDO DO ESCURO? SAIBA COMO AJUDA-LO

By  |  0 Comentários
Compartilhe nas Redes Sociais

Muitas crianças tem medo do escuro ou medo de dormirem sozinhas no escuro. Nesse post, você descobre o que fazer para ajudar a criança a enfrentar esses medos tão comuns na infância.

Imagine a seguinte cena: Você assiste a um filme de suspense, daqueles bem tenebrosos e, na sequência, vai dormir sozinha. Tudo escuro e, de repente, um barulho, o ranger da porta abrindo e você sem enxergar nada… seu coração já está na boca, não está?

Nós, adultos, também sabemos que durante a noite nossos problemas tomam outra dimensão. Eles nos assustam muito mais e parece que estamos mais vulneráveis. Não é diferente com os pequenos, o escuro pode ser amedrontador.

O medo de escuro costuma acontecer entre dois e nove anos.  As crianças nesta fase têm a mente muito estimulada pela fantasia: histórias, contos, dinossauros, monstros, bruxas e todos os personagens fantásticos que, durante o dia são divertidos, porém na hora que tudo fica em silêncio e as luzes se apagam, podem mudar de figura.

Medos reais também podem assusta-los durante a noite, como assalto ou morte, principalmente para os que já viveram algum desses episódios. Enfim, o escuro tem o poder de nos deixar mais apreensivos, sendo assim, o mais importante é aprender a lidar.

Nunca ridicularize o medo do seu filho, por mais fantasioso que seja, o medo é real para eles (assim como citei no exemplo acima, mesmo nós adultos sentimos medo após alguns filmes).

Crie maneiras de ajudá-lo a lidar com isso, um brinquedo para fazer companhia a ele, por exemplo. Uma luzinha fraca que pode ser colocada na tomada, adesivos que brilham no escuro, artifícios que podem distrai-lo quando a medo apertar. Acolha com carinho e converse sobre medos, os dele e os seus e falem sobre estratégias para lidar com eles (lembre-se você é o grande modelo).

Uma rotina mais tranquila próxima ao horário de dormir também pode ser benéfica, desenhos com muito estímulo excitam a mente, uma história leve com imagens não tão coloridas pode acalmar.

Vale ressaltar que, se o medo estiver em proporções muito exacerbadas, pode ser interessante a busca por um profissional.

Até a próxima e uma boa noite de sono para todos nós!

Psicoterapeuta Gabriela Sayago https://www.macetesdemae.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.