Preparando as mamães

eurania2

Dar a vida a uma criança é mágico, incrível, divino, além de ser o sonho de muitas mulheres. Porém toda uma preparação é necessária para que este bebê chegue aos braços de sua família com saúde e toda a infraestrutura necessária para acolhê-lo.

Ela é Eurania Pinheiro Pita, formada pela UFAM e apaixonada por crianças desde quando teve sua primeira filha. Hoje em dia faz dessa paixão um trabalho magnífico, auxiliando as mães em tudo relacionado com a gestação.

Como surgiu esse seu amor pelos bebezinhos?

No ano de 2008 me tornei mãe pela primeira vez, em 2012 novamente e esse mundo novo me encantou e me transformou na profissional atual. A maternidade ganhou um espaço já planejado, porém por ter me tornado mãe em tempo integral, me mostrou um universo amplo ainda desconhecido. Estudei muito, me especializei na maternagem e a cada dia esse novo momento foi me acrescentando algo. Hoje utilizo muito do que vivenciei, agora com embasamento científico. Minhas amigas também à medida que iam tendo seus bebês se consultavam comigo. Tudo isso fez despertar essa ideia em mim e no meu marido, o qual me incentivou  a trabalhar diretamente com crianças e gestantes.

O enxoval é uma parte do planejamento que gera muitas dúvidas. Qual sua recomendação sobre o que é necessário em um enxoval?

O enxoval precisa ser idealizado, isso inclui cor, tema e outros. A partir daí prosseguimos para o valor que os pais podem dispor para adquirí-lo. Assim eles terão ciência do que é necessário desde a quantidade à qualidade, e o que é dispensável e necessário, evitando deixar de comprar algo importante para comprar algo não essencial.

A amamentação é de extrema importância, porém muitas mulheres hoje em dia sofrem de dificuldade na hora de amamentar.  A falta de esclarecimentos sobre a gestação e o estresse influenciam nessa dificuldade?

Com certeza. Eles atuam na contramão da amamentação. Hoje muitas mulheres dizem estar preparadas para amamentar, pois é um desejo íntimo, no entanto a falta de esclarecimento gera processos dolorosos que podem levar desde uma depressão pós-parto, até a interrupção precoce da amamentação. Tudo isso devido ao alto grau de estresse, mesmo que por pouco tempo por parte da gestante. Assim como o pré-natal, a alimentação saudável e a prática de atividades físicas, a grávida precisa muito estar informada a respeito dos primeiros cuidados com o recém-nascido e a amamentação.

Hoje em dia quais são os maiores erros comuns das mães de primeira viagem?

As mães não pretendem errar com os bebês, mas muitas motivadas por amigos e familiares com cobranças excessivas, crenças e costumes antigos, acabam vivenciando muitos problemas. A automedicação e complementação de fórmulas sem orientação médica são alguns exemplos. Esse mundo é novo para elas e de imediato querem conhecer sozinhas e sem orientação médica, acabam passando por estes problemas.

No seu ponto de vista, o que é de extrema importância no preparo e cuidados para dar-se a luz a um bebê?

Estar preparada para um mundo totalmente novo, onde você terá que seguir à risca os cuidados com o pré-natal, alimentação saudável, que influencia muito na saúde e no apetite do bebê e prática de exercício físico com orientação médica. Estar preparada com cursos acerca do bebê é algo também muito importante, pois reduzirá muitos problemas. De maneira geral, a gestante também deve se despir de crenças e tabus para atuar de forma livre e correta em sua gestação.

Que ensinamentos você aprendeu ao lidar com crianças?

As crianças não vêm prontas, elas precisam ser trabalhadas de forma natural, não são como esperamos, são presentes de Deus. Por isso as tome e aproveite-as, elas crescem rápido. Estejam abertos a aprender com elas, os ensinamentos são infinitos. Como Jesus mesmo disse: “… deixai vir a mim os pequeninos.” Ele também aprendeu com elas. No mais, as crianças precisam brincar com os pés no chão, literalmente, afinal criança precisa saber que é criança!

Artigos Relacionados