Seu primeiro cruzeiro? Saiba o que é proibido levar

Você nunca fez um cruzeiro, marcou sua tão sonhada viagem e até já desenhou mentalmente o que levará na mala. Mas será que tudo da sua pode entrar no navio? Apesar de algumas coisas serem bastante óbvias, muitas do nosso dia a dia são proibidas pela maioria das companhias. Confira 10 itens que geralmente não são liberados.

Velas e incensos

velas

Nada de querer dar um clima romântico ao seu cruzeiro com velas e incensos. Eles também não são permitidos nos navios, pois o fogo pode colocar a segurança em risco. Alguns tipos de isqueiros também são vetados, como os em estilo maçarico e os que imitam armas de fogo. São permitidos os comuns e fósforos.

Objetos que emitam calor

ferro

Ferros de passar roupa, chapinha, secador de cabelos e bolsas de aquecimento também costumam ser vetados, para evitar riscos de incêndio. Alguns navios oferecem secador nas cabines, assim como serviço para passar roupa, em geral cobrado. Sobre a chapinha, quase todas as companhias não deixam entrar. Você deve informar-se com a empresa antes de embarcar.

Armas e objetos pontiagudos

armas

Parece óbvio dizer isso, mas levar uma arma de fogo ou munição a bordo é terminantemente proibido. Nem sequer réplicas realistas são permitidas. Objetos pontiagudos como facas e tesouras também não entram. A exceção são tesouras com lâmina menor que 10 centímetros. Canivetes suíços teoricamente não são banidos, mas algumas companhias podem complicar sua entrada com um a bordo

Drogas

drogas
Também não pode, claro. E no caso de o passageiro ser pego com substâncias ilícitas antes do embarque em um país onde elas são proibidas poderá ser entregue para as autoridades locais.

Artigos esportivos

esportes
Materiais para a prática de esportes também podem ser vetados em algumas companhias, como tacos para baseball, hockey e outros, arco e flecha, skates, pranchas de surfe e equipamentos para artes marciais. Há companhias que permitem alguns desses itens. É necessário verificar antes do embarque.

Pipas

pipas

No caso das pipas, é proibido soltá-las quando se está a bordo do navio, apesar da tentação ser grande. Elas representam um perigo para a navegação do cruzeiro e também para os outros hóspedes.

Drones

drones

Eles viraram febre, podem ser comprados com facilidade e são usados tanto por fotógrafos profissionais quanto por turistas. Mas têm causado muita dor de cabeça para companhias de cruzeiro. Além de representarem um perigo para a segurança da navegação, são considerados invasores de privacidade por outros hóspedes que não querem ser filmados em suas varandas ou na piscina. Algumas companhias já chegaram ao extremo de proibir sua entrada a bordo, enquanto outras permitem, mas restringem o usa apenas aos portos de escala.

Bebidas alcoólicas

bebidas

Essa é uma regra com exceções. A maioria das companhias de cruzeiro confiscam qualquer bebida alcoólica que você tente levar a bordo para economizar nos bares. No entanto, algumas permitem que o hóspede leve vinhos e até cervejas, desde que isso seja informado com antecedência e, na maior parte dos casos, com cobrança de taxas. Também é permitido comprar bebidas locais nas escalas de cruzeiro, mas será necessário entregá-las durante o reembarque, para que a equipe do navio guarde-as e as devolva no dia do desembarque.

Cafeteiras

cafeteira

Quem leva uma cafeteira para um cruzeiro, você pode estar se perguntando? Aparentemente existem pessoas que fazem isso, pois várias companhias expressam em suas regras que é proibido usá-las a bordo.

Animais de estimação

animais

Com exceção de cães guia para deficientes visuais, a maioria das companhias não permite o embarque de animais de estimação nos navios. E mesmo no caso dos cães guia, é necessário informar essa necessidade com antecedência.

Fonte: Terra Vida e Estilo

Artigos Relacionados