Porque ensinar paciência para as crianças?
Como Virar o Jogo no mundo das Incertezas
VOCÊ SABE O QUE FAZ O PROFISSIONAL DA CONSULTORIA DO SONO?
Em homenagem ao Dia do Poeta, o Suanam recebe ‘O Espinhaço’
Prefeitura começou os preparativos para o Boi Manaus 2019 e o trânsito na Ponta Negra sofrerá alterações
Explicando a depressão para crianças
Pantone e Arezzo lançam collab com cores exclusivas para o verão, Confira!
O Parque Cidade da Criança celebrou o Dia das Crianças com uma programação bem extensa
PAPO DE CAFEZINHO E O DIREITO DO CONSUMIDOR
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Não se exercitar pode ser tão ruim quanto fumar, diz pesquisador

By  |  0 Comentários
Compartilhe nas Redes Sociais

Estudo descobriu que a falta de atividade física pode fazer tão mal quanto ter alguma doença séria ou ser fumante

Fazer atividade física regularmente traz uma série de benefícios para a saúde, mas, por outro lado, um novo estudo sugere que a falta do exercício pode até prejudicar diretamente a sua saúde, assim como o hábito de fumar.

O estudo, feito por pesquisadores da Cleveland Clinic e publicado na revista JAMA Network Open, analisou 122.007 pacientes entre 1991 e 2014, colocando-os sob testes de corrida e caminhada em uma esteira, analisando as taxas de mortalidade dos mesmos. Assim, os pesquisadores descobriram uma conexão entre altos níveis de atividade física e uma vida mais longa e saudável.

“Ser inapto em uma esteira ou em um teste de esforço físico tem um pior prognóstico, tanto quanto a morte, do que ser hipertenso, ser diabético ou ser um fumante”, conta Wael Jaber, co-autor do estudo. O estudo também analisou o risco de ser extremamente ativo e descobriu as pessoas que se exercitam demais não enfrentam risco maior de morte: quanto mais uma pessoa se exercita, menores são as taxas de mortalidade.

Fonte: Minha Vida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1
Olá!
Bem Vindo a Revista Digital mais querida da Amazônia!
Powered by