Você sabe a diferença entre brinquedos educativos e pedagógicos?

A importância do brincar para o desenvolvimento infantil

Brincar… Ah, brincar! Qual criança não adora passar horas e horas brincando? Além de divertido, brincar traz diversos benefícios para os pequenos. Brincando as crianças se desenvolvem, aprendem a conviver socialmente, se arriscam a conhecer o novo, exploram sua criatividade, trabalham sua sensibilidade e comunicação e conhecem o mundo a sua volta.

E isso vale para todo tipo de brincadeira, viu? Brincar ao ar livre ou de comidinha, brincar sozinho ou entre amigos, com brinquedos ou sem brinquedos… Brincar é sempre algo positivo para o desenvolvimento infantil!

No entanto, às vezes, nós, adultos, queremos potencializar os aprendizados que o brincar proporciona, tornando este momento uma experiência educativa. Assim, temos a possibilidade de recorrer aos brinquedos educativos e pedagógicos. Mas, afinal, você sabe a diferença entre eles?

De uma maneira geral, os brinquedos educativos são aqueles que permitem que os pequenos explorem possibilidades, de forma livre e com poucas regras. Estimulando, assim, habilidades como raciocínio, coordenação motora e noção de cores, sons e formas. São exemplos de brinquedos educativos os blocos de encaixe, chocalhos, instrumentos musicais e jogos como quebra-cabeça. Em todos os casos, embora a presença e mediação de um adulto seja algo benéfico, não é essencial, ficando em segundo plano.

Diferentemente do brinquedo educativo, o brinquedo pedagógico necessita da presença, mediação e direcionamento de um adulto, sendo muito usado em sala de aula. Em sua maioria, os brinquedos pedagógicos são jogos com regras claras, demandando explicações e orientações para que os pequenos possam brincar e interagir. Alguns exemplos são os jogos como dominó, jogo da memória, material dourado e jogos com letras e números.

Fonte: https://leiturinha.com.br

Artigos Relacionados