Virada Sustentável Manaus promove mais de 50 atividades gratuitas para todas as idades

O evento é organizado pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS) e conta com o patrocínio da Fundação Casas Bahia (FCB).

Voluntários da Virada Sustentável 2021 coletam resíduos sólidos nos Iragapés de Manaus. | Crédito: Rodolfo Pongelupe

Manaus, outubro de 2022 – Maior festival em prol da sustentabilidade na América Latina, a Virada Sustentável Manaus voltará a ocupar a cidade no formato presencial, com mais de 50 atividades gratuitas para todas as idades nos dias 5 e 6 de novembro. As ativações visam incentivar a população a realizar ações positivas para a conservação do meio ambiente e da floresta amazônica.

A Virada Sustentável de Manaus é realizada pela Fundação Amazônia Sustentável(FAS), em parceria com a Virada Sustentável Nacional e tem o apoio de mais de 35 organizações da sociedade civil, que fazem parte do Conselho Criativo, e de centenas de voluntários. Neste ano, o evento é oferecido pela Fundação Casas Bahia (FCB), responsável pelas ações sociais da Via, com o propósito de fortalecer sua atuação em Manaus e potencializar o que as comunidades locais têm de melhor.

A Fundação também apoia a edição especial da Feira da FAS, que acontecerá dentro do evento, com objetivo de estar mais próxima dos empreendedores manauaras e incentivar a economia criativa e verde na região. A Feira oferece à população a experiência de consumir produtos diretamente de quem faz, além de fomentar um ciclo de sustentabilidade e estimular a economia verde e criativa.

“Com essa importante parceria, fortalecemos a nossa atuação em Manaus, cidade que marca a chegada da Casas Bahia no Amazonas e que recebeu cinco lojas e um centro distribuição da rede. A Fundação já participava de ações em prol da comunidade de Manaus durante o combate à pandemia e agora chegamos para ficar, muito dispostos para apoiar projetos que têm a ver com os nossos pilares de atuação, como a Virada Sustentável”, afirma Natália Menezes, gerente da Fundação Casas Bahia.

As últimas duas edições da Virada Sustentável Manaus, em 2020 e 2021, aconteceram de forma reduzida com atividades on-line ou ações sem público por causa da pandemia de Covid-19. Neste ano, o festival retorna ao seu formato oficial com atividades gratuitas em diversos locais de Manaus, com ações ambientais, esportivas e culturais.

“A Virada Sustentável Manaus é um festival de mobilização, que oferece ao público uma nova visão sobre sustentabilidade por meio de ações educativas e socioculturais que promovem práticas saudáveis e mais sustentáveis. Abrimos o edital para a população inscrever atividades e recebemos mais de 90 propostas, onde 50 foram selecionadas. Também ficamos muito felizes com as mais de 300 pessoas que se inscreveram para atuar como voluntário no evento”, comentou a coordenadora da Virada Sustentável Manaus e supervisora da Coordenadoria de Cidades Sustentáveisda FAS, Cristine Rescarolli.

Entre os diferenciais desse ano, a Virada terá rodas de conversa para abordar conteúdos relevantes sobre meio ambiente e mudanças climáticas, inclusive, com temas que serão debatidos na Conferência das Partes da ONU, a COP27, que acontece em novembro, no Egito.

“Juntos sempre seremos mais fortes, por isso a Virada Sustentável é um movimento que fortalece toda a cidade de Manaus. Durante o pico da pandemia, os membros do Conselho Criativo da Virada se uniram para ajudar quem mais precisava e agora estamos unidos e fortes para celebrar as atividades do festival. Acreditamos que a virada de consciência começa em cada um de nós, vamos virar a nossa cidade, venha Virar Manaus participando das atividades, que são gratuitas e voltadas para todas as idades”, declara Cristine.

Programação

As atividades da Virada Sustentável Manaus 2022 serão realizadas em todas as zonas de Manaus. Além disso, terá uma edição especial da Feira da FAS no Largo São Sebastião, com a participação de mais de 30 empreendedores de produtos diversos. No Largo também haverá uma ampla programação começando às 15h com shows e intervenções culturais, além de um desfile com ênfase na moda indígena. As apresentações musicais, no Largo, no dia 5 de novembro, serão do Grupo Maroaga, O Saints e Jhonny Jack Mesclado. Já no dia 6 de novembro acontecerá os shows das bandas Lua Negra e dos cantores Nunes Filho e Márcia Novo.

No bairro Redenção, onde fica o Programa de Restauração Ecológica e Urbanização Sustentável na Amazônia, o Reusa, que faz parte do Conselho Criativo, terá shows culturais e iniciativas infantis. Já no bairro Monte das Oliveiras ocorrerão ações de educação ambiental e apresentação musical.

Outra atividade, que já é tradição da Virada, será a Remada Ambiental, com voluntários fazendo a limpeza e retirada de resíduos sólidos das margens do rio Tarumã e do igarapé do Gigante. A ação é patrocinada pela Whirlpool e receberá apoio do Consulado da Mulher. Uma das novidades neste ano será a atividade que acontecerá na orla do Amarelinho, com o apoio de voluntários do “Igarapés Limpos”, “Lixo Zero” e da empresa DHL.

De 9 a 12 de novembro, a FAS também promoverá a terceira edição do Fórum da Virada Sustentável Manaus com debates virtuais que abordarão a temática “Cidades resilientes e sustentáveis na Amazônia”.

A programação completa com os horários e espaços das atividades será divulgada, em breve, nas redes sociais da Virada Sustentável Manaus(@viradasustentavelmanaus) e da FAS (@fasamazonia).

Voluntários

As pessoas que se inscreveram como voluntários para atuar na Virada Sustentávelauxiliando na execução, monitoramento e cobertura das atividades participarão de um treinamento no dia 29 de outubro na sede da FAS, situada na Rua Álvaro Braga, 351, Parque 10. Cada voluntário receberá um certificado de participação e a blusa oficial do evento.

Sobre a Fundação Casas Bahia

A Fundação Casas Bahia tem o propósito de fortalecer comunidades, apoiando o que elas têm de melhor e estando junto de iniciativas de formação profissionalizante e de estímulo à geração de trabalho e renda para jovens e microempreendedores. Nos últimos dois anos, estivemos ao lado das comunidades por meio de ações de ajuda humanitária, investindo mais de R$ 8 milhões em ações de combate à fome. A expressão social do ecossistema da Via – que administra Casas Bahia, Ponto e Extra.com.br – nasceu com o objetivo de cuidar das pessoas e comunidades, e agora inicia uma expansão gradual de atuação por todo o Brasil.

Sobre a Via

A Via está presente na mente, no coração e na casa dos brasileiros com o e-commerce e as lojas das marcas Casas Bahia e Ponto; as vendas online do Extra.com.br; as soluções financeiras do banQi; a fábrica de móveis Bartira; e a logtech Asap Log, além da associação com a Distrito. Em constante evolução, hoje é a plataforma de relacionamento e consumo do brasileiro onde, quando e como ele quiser. A companhia investe seus esforços para além do varejo, ao apresentar uma jornada de compras que coloca o cliente como seu foco principal. Para tanto, desenvolve alavancas únicas, que possibilitam a melhor experiência por meio de uma oferta agnóstica de produtos, serviços, soluções financeiras e logística.

Com cerca de 45 mil colaboradores, a Via possui capital aberto na B3 desde 2013, mantendo forte atuação em mais de 450 municípios, 22 estados e no Distrito Federal. Por meio da mais digital e robusta rede logística do Brasil, conecta cerca de 1,1 mil lojas físicas, 30 centros de distribuição e hubs de entregas a cerca de 97 milhões de clientes, com o oferecimento de produtos, créditos, serviços financeiros e soluções desenvolvidas com a mais alta tecnologia.

Sobre a FAS

Fundada em 2008 e com sede em Manaus/AM, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil e sem fins lucrativos que dissemina e implementa conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável, contribuindo para a conservação da Amazônia. A instituição atua com projetos voltados para educação, empreendedorismo, turismo sustentável, inovação, saúde e outras áreas prioritárias. Por meio da valorização da floresta em pé e de sua sociobiodiversidade, a FAS desenvolve trabalhos que promovem a melhoria da qualidade de vida de comunidades ribeirinhas, indígenas e periféricas da Amazônia.

Artigos Relacionados

Sabá Reis