Passo a Paço 2019 confira a programação da 6ª edição
Atenção, pais! Crianças pequenas não devem comer iogurte colorido
Novo Airão: igarapé de águas vermelhas, geladinho e refrescante!
Instagram sem likes! Começou nesta quarta (17) o teste no App
6 alimentos para turbinar a imunidade das crianças
SERRA DO NAVIO: PEQUENA E BELA NO AMAPÁ
Como lidar com as mentiras das crianças
Quando a criança precisa do atendimento de Terapia Ocupacional?
5 TENDÊNCIAS DE MODA PRIMAVERA VERÃO 2019
O Belissímo Igarapé Cristalino de Jamaraquá
Metodologia STEAM o que é e o que ela pode fazer pela educação dos nossos pequenos?
DIREITOS IGUAIS PARA CLIENTES NOVOS E ANTIGOS
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Síndrome de Burnout

By  |  0 Comentários



Estresse do trabalho vida corrida, cobranças, são alguns dos sintomas que podem lavar a termos esta síndrome.

O nome “burnout” vem do inglês e significa: “queimar até o fim”. Trata-se, portanto, de um esgotamento físico e mental decorrente de uma vida profissional desgastante e sobrecarregada. É um estado físico, emocional e mental de exaustão extrema, resultado do acúmulo excessivo em situações de trabalho que são emocionalmente exigentes e/ou estressantes, que demandam muito competitividade ou responsabilidade, especialmente na área de EDUCAÇÃO E SAÚDE. Essas pessoas podem ser divididas em dois grupos. O primeiro é formado por indivíduos muito competitivos, ambiciosos e que tem tendência para não delegar funções, acumulando para si todo o trabalho e responsabilidade. O segundo é composto por pessoas inseguras que precisam de reconhecimento dos outros e tem dificuldade em dizer “NÃO”, sendo por isso capazes de abdicar das suas próprias necessidades em função do trabalho. O consumo de bebidas alcoólicas, tabaco, medicamentos sem prescrição médica e drogas ilícitas com forma de alívio é frequente, o que só piora a condição física e mental da pessoa. A síndrome de BURNOUT envolve nervosismo, sofrimentos psicológicos e problemas físicos.

Doutor quais são os sintomas? 

  • Cansaço excessivo, físico e mental
  • Dor de cabeça
  • Alterações no apetite
  • Insônia
  • Dificuldade de concentração
  • Sentimento de fracasso e insegurança
  • Negatividade constante
  • Sentimentos de derrota
  • Sentimentos de incompetência
  • Alterações repentinas de
  • Isolamento
  • fadiga
  • Pressão alta
  • Dores musculares
  • Problemas gastrointestinais
  • Alterações dos batimentos

TRATAMENTO:

O tratamento da síndrome de Burnout é feito basicamente com psicoterapia, mas também pode envolver medicamentos (Antidepressivos e/ou ansiolíticos). MUDANÇA DE HÁBITOS:

Mudanças nas condições de trabalho e, principalmente, mudanças nos hábitos e estilos de vida. A atividade física regular e os exercícios de relaxamento devem ser rotineiros, para aliviar o estresse e controlar os sintomas da doença. Após o diagnóstico médico, é fortemente recomendado que a pessoa tire férias e desenvolva atividades de lazer. Como posso prevenir doutor?

  • Defina pequenos objetivos na vida profissional e pessoal.
  • Evite consumo de bebidas alcoólicas, tabacos e outras drogas, pois só piora a confusão mental.
  • Não se automedique nem tome sem prescrição médica.
  • Descanse adequadamente, boa noite de sono.

Evite Bornout, se seu emprego te faz isso procure novas ideias pra poder aproveitar sua vida da melhor maneira. É fundamental manter o equilíbrio entre o trabalho, lazer, família, vida social e atividades físicas. Fonte: Ministério da Saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.