Juliana Perrone

São Paulo Fashion Week nº43 Parte 2 por Juliana Perrone

PatBo A marca de Patrícia Bonaldi buscou inspiração para seu inverno 2017, em especial, na cultura Hip Hop norte-americana, além das referências visuais vindas dos artistas Basquiat e Bispo do Rosário. O resultado de peças com pegada street style feita com materiais mais primorosos, como veludo e seda. A tendência artsy aparece nas estampas e bordados que simulam grafite, transportando o look para a rua. A coleção também apostou em uma alfaiataria moderna e despojada.

patbo
Patbo

Giuliana Romanno Destaque para as amarrações, transparências e peças metalizadas. A coleção buscou inspiração no armário masculino, elegeu peças ícones, como o smoking e as descontruiu apresentando looks com uma alfaiataria despojada e contemporânea. O universo esportivo também  ganhou destaque na estação e a marca trouxe parkas e peças com pegada utilitária.

Giuliana Romano
Giuliana Romano

Isabela capeto Desfile em homenagem as cores, shapes e texturas do Cariri cearense, conhecido como o oásis do sertão, bem como as técnicas artesanais pela qual a estilista já era conhecida, traduzindo essa cultura por meio de máscaras de cerâmica, estampas étnicas, sobreposições e um belo mix de texturas.

Isabela Capeto
Isabela Capeto

Apartamento 03 Alfaiataria funcional e sofisticada. Inspirou-se no clássico da literatura “O Visconde Partido ao Meio” para o seu Inverno 2017, levando para a passarela, a mistura de tecidos leves com outro mais pesado e shape amplo. Estampas delicadas de insetos, veludo, brilho e peças improváveis como as bolsas acopladas em saias e mangas costuradas na cintura!

Apartamento 03
Apartamento 03

Juliana Jabour A estilista voltou com tudo para o SPFW com coleção inspirada no universo do MotoCross. Os looks mostrados na passarela vieram com uma forte pegada streetwear misturada a babados de inspiração vitoriana. Destaque para as funny bags.

Juliana Jabour
Juliana Jabour

Tig Também estreante no SPFW Renata Figueiredo se inspirou no mood dos anos 80, tendência essa que está dominando as passarelas por aqui. Um mix nos looks entre referência punk nas produções e outras mais girlie como as dos casacos fake fur.

Tig
Tig

Amapô Armou um circo na sua apresentação inverno 2017. Os looks representam os personagens do universo circense com referência aos problemas do povo brasileiro. A coleção trouxe jaquetas oversized, tricôs misturados com jeans e patchwork. Parabéns para as estilistas Pitty Taliani e Carô Gold pelo desfile irreverente e criativo. Iniciado com o pai da Carô tocando piano e também com a participação da cantora Misty.

Amapô
Amapô

A.Niemeyer Estreante na temporada de moda brasileira, a coleção desfilou conforto e elegância, com inspiração nas linhas horizonte. Cores estratégicas como o azul, terracota e militar, trabalhadas em meio ao off white e gelo. Beleza? Fresh e com delineados geométricos.

A.Niemeyer
A.Niemeyer

Reserva A grife carioca trouxe do casual wear os looks nos quais o styling é inteligente, cheio de camadas, trouxe a bossa necessária a peças prontas para as ruas. Parcas sobrepostas a camisas oversized, alfaiataria multiuso, em linho ou sarja. Tudo usado em tamanhos maiores, confortáveis, como pede o mood atual. Sem passarela, banda ao vivo, um bar com vários drinks e um desfile gigante.

Reserva
Reserva
Lino Villaventura
Lino Villaventura

Desfile conceitual. Adepto de uma linha mais orgânica, sem tema definido, com pegada street style. A coleção mostrou desde camisarias mais contidas a delírios rebuscados que fazem parte do DNA da grife. Confira alguns vídeos:

Artigos Relacionados