Thais Silotti

O novo autocuidado

Especialista em sexologia clínica, a ginecologista Thais Silotti realiza procedimentos que vão além da estética e que elevam a autoestima das pacientes

Focada na busca por uma melhor aparência da região, a estética íntima é uma área que, apesar de ser cercada de tabus, vem se destacando e ganhando cada vez mais adeptos. O conjunto de técnicas engloba procedimentos como clareamento, tratamento para flacidez e até mesmo gordura localizada.

De acordo com a médica ginecologista especialista em sexologia clínica Thais Helena de Souza Silotti, a estética íntima é indicada para mulheres que sofrem com condições relacionadas à funcionalidade genital como atrofia (ressecamento), fissuras, incontinência urinária, entre outras condições.

“A cosmetoginecologia vai muito além da estética”, defende a ginecologista, destacando que a especialidade também ajuda aquelas mulheres que desejam melhorar a aparência íntima e a autoestima. “Mulheres com autoestima, liberdade e funcionalidade genital certamente são mais felizes e sexualmente satisfeitas. Fora que o envelhecimento genital acompanha o envelhecimento do corpo, logo, em alguns casos, é possível prevenir, desacelerar e até mesmo tratar”, afirma.

Thais Silotti, que também possui formação em terapia sexual pela Universidade de São Paulo (USP) e pelo Centro de Sexologia de Brasília. A médica ressalta, ainda, que questões como auto cuidado e amor próprio, juntamente com a generosidade para si, são os pilares da base de qualquer relação duradoura, seja com consigo, seja com o parceiro ou com o mundo e todos que nos cercam. Falando em autocuidado, não basta recorrer aos procedimentos estéticos, o cuidado tem que ser diário.

“Treino diariamente, mas não sigo nenhuma dieta específica, entretanto invisto com muito empenho, em uma alimentação essencialmente orgânica com bastante variedade nutricional e com baixo consumo de carboidratos”, revela.

Procedimentos humanizados

Trabalhando com um atendimento humanizado e hora marcada em sua clínica, Thais Helena afirma que carinho, respeito e dedicação faz parte da sua relação profissional com todas as clientes. E quando o assunto é atendimento humanizado, a profissional admite que sempre se preocupou com a questão.

Médica Thais Silotti

“Foi por conta de uma necessidade que as próprias pacientes traziam nas consultas ginecológicas que eu decidi implantar o atendimento de sexologia. Queixas relacionadas a dificuldades, dor, sofrimento e disfunções sexuais são demandas que a formação médica e a ginecologia tradicional não ensinam. São situações que fazem parte do contexto feminino e que me geraram muita angústia por não ter a quem encaminhar e ao mesmo tempo não ter recursos técnicos para tratar. A solução definitiva para tal foi a minha especialização em sexologia”

afirma, Silotti.

 

Além disso, a médica ginecologista conta que busca sempre oferecer os melhores e mais modernos procedimentos disponíveis no mercado. “Praticamente todos os procedimentos disponíveis na dermatologia atual podem ser aplicados na região genital, sendo que os mais queridinhos são: a cirurgia para redução dos pequenos lábios (labioplastia), clareamento vulvar com laser fotona e laser íntimo para flacidez, incontinência urinária e rejuvenescimento íntimo”, conclui.

Artigos Relacionados