Especialista em liderança palestra em Simpósio na Amazônia
Como é importante cantigas do folclore na infância
Videoclipe é gravado com o cenário do Museu da Cidade pela banda ‘Zona Tribal’
A poderosa advogada
O Ídolo manauara
Nutricionista da Nova Geração
O barbeiro da elite manauara
Climate Week – Soluções são apresentadas para o combate às mudanças climáticas no Amazonas
Pousada Amazônia Park & Suítes em Novo Airão
DICAS DE 10 APP´S PARA EDITAR FOTOS E VÍDEOS DOS SEUS FILHOS
Café Armazen296 promove evento com exposição de fotografias e música
Mato Grosso: pousada flutuante Salto Augusto
A diferença entre Leiturinha e PlayKids Explorer
Você contribui para as mudanças climáticas?
5 tradições que você nem sabe que são simpatias
Peças handmade: crochê, bolsas artesanais e elementos naturais na moda
Escalada no meio da selva amazônica
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Metodologia STEAM o que é e o que ela pode fazer pela educação dos nossos pequenos?

By  |  0 Comentários
Compartilhe nas Redes Sociais

Quando observamos as pessoas e processos ao nosso redor, notamos uma tendência de compartilhamento, de soma. 

Cada vez mais fugimos da segmentação para uma pluralidade. Essa tendência ocorre em diversos âmbitos. Vemos, por exemplo, o aparecimento de profissionais com conhecimentos mais amplos do que específicos, vemos ambientes e soluções de locomoção compartilhadas. E o mesmo acontece no ambiente escolar.

O STEAM é um exemplo disso. A sigla STEAM corresponde às palavras, em inglês: science, technology, engineering, arts e mathematics; que em português são: ciências, tecnologia, engenharia, artes e matemática. A metodologia parte do princípio que as matérias se encontram, colaboram umas com as outras, em uma relação de complementaridade.

Metodologia STEAM na escola

No ambiente escolar, esta metodologia é aplicada através de projetos que podem variar de um experimento específico, como entender a refração da luz, até projetos mais macro, como resolver o problema de excesso de lixo em São Paulo. Ao realizá-los, as crianças notam como é forte a interseção entre as disciplinas. Os projetos também impulsionam o diálogo, o trabalho em equipe e o protagonismo dos jovens. Ou seja, a metodologia provoca um desenvolvimento bastante completo. 

O interessante sobre isso, é que essa tendência invalida preferências por um campo de conhecimento em detrimento a outro. Uma vez que a segmentação torna-se cada vez mais simbólica, já que uma disciplina impulsiona a outra.

Outro ponto extremamente interessante é notar a aplicabilidade do STEAM. A metodologia se afasta da teoria e conduz os alunos para a prática. De acordo com o psiquiatra americano William Glasser, o aprendizado mão-na-massa apresenta 80% de eficiência, contra os 20% de quando apenas escutamos uma aula. 

STEAM na prática

Além dessas vantagens, a aula STEAM capacita os alunos para resolução de problemas futuros. Similares àqueles que resolvemos diariamente em nossos trabalhos, que envolvem campos e áreas diferentes, como finanças, marketing, vendas, entre outras.

Para que o STEAM continue inclusive durante o período de férias, fica uma dica de um episódio de SuperHands para fazer com o seu pequeno. 

Para usar ao máximo o episódio, convide seu filho a medir o volume de água e depois retratar o experimento usando um desenho, ou escrevendo uma cartinha.

Por: Nathalia Pontes
Fonte: https://leiturinha.com.br/blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.