New Balance dá mais um passo para se aproximar das novas gerações
Não se exercitar pode ser tão ruim quanto fumar, diz pesquisador
Por que jogar ‘Fortnite’ é bom (ou não tão ruim) para o seu filho
Tudo sobre o Juma Amazon Lodge
Como combinar cores de roupas: 4 dicas simples e certeiras
Florença é a capital da moda masculina
Você sabe a diferença entre brinquedos educativos e pedagógicos?
Pousada Recanto dos Pássaros, conforto e tranquilidade em Presidente Figueiredo
OS BENEFÍCIOS DO GOSTO PELOS GIBIS, HQ’S E DESENHOS
looks com pochete e belt bag para você se jogar na tendência
Teatro Móvel quer inspirar crianças a trabalhar com tecnologia
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Mato Grosso: pousada flutuante Salto Augusto

By  |  0 Comentários
Compartilhe nas Redes Sociais

Viajar é viver experiências inusitadas e ter mente aberta para o novo. Quem vai até Nova Bandeirantes, no Mato Grosso, consegue passar alguns dias relaxando na pousada flutuante Salto Augusto. Sob as águas do rio Juruena, uma afluente do rio Tapajós, a acomodação está cercada por uma extensa área da Floresta Amazônica, oferecendo uma completa imersão na natureza.

Construída em madeira, parece um tanto pequenina mas na verdade oferece 10 quartos duplos equipados com ar condicionado, chuveiro de água quente e uma sacada. Grandes janelas dão vista para a vegetação do entorno ou para o céu estrelado ao anoitecer.

Um bar e um restaurante dão conta de preparar as refeições ao longo dos dias, servindo café da manhã, almoço e jantar preparados com ingredientes típicos da região. O serviço é all inclusive, já contando com as bebidas.

Em termos de lazer, os hóspedes contam com sala de TV e uma pequena piscina num deck com espreguiçadeiras, além de conexão Wi-Fi. Porém, o foco é abrigar confortavelmente pessoas adeptas da pescaria esportiva (não se mata e nem se retém as espécies), que tem boa temporada ao longo dos meses de janeiro a setembro devido às chuvas que enchem o rio. Elas fazem uso de canoas para a atividade em questão para pegar peixes como Trairão e Mandaqui. Mas se a pesca não for sua praia, não tem problema.

Para chegar ao local, o ideal é pegar um avião até Alta Floresta e de lá outro traslado, que pode ser um avião fretado ou um transporte terrestre fretado. Para quem sai de carro a partir da capital Cuiabá, pode seguir 310 km pelas margens do rio por meio da Fazenda Procomp até chegar na altura da pousada. Depois é oferecido sem custo adicional uma lancha para levar até a acomodação.

Quanto custa: o valor da diária é R$ 1.100 por pessoa com pensão completa. A reserva mínima é de 5 noites. Saiba mais aqui.

Fonte: https://quantocustaviajar.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.