New Balance dá mais um passo para se aproximar das novas gerações
Não se exercitar pode ser tão ruim quanto fumar, diz pesquisador
Por que jogar ‘Fortnite’ é bom (ou não tão ruim) para o seu filho
Tudo sobre o Juma Amazon Lodge
Como combinar cores de roupas: 4 dicas simples e certeiras
Florença é a capital da moda masculina
Você sabe a diferença entre brinquedos educativos e pedagógicos?
Pousada Recanto dos Pássaros, conforto e tranquilidade em Presidente Figueiredo
OS BENEFÍCIOS DO GOSTO PELOS GIBIS, HQ’S E DESENHOS
looks com pochete e belt bag para você se jogar na tendência
Teatro Móvel quer inspirar crianças a trabalhar com tecnologia
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

MANAUS: A HISTÓRIA CONTADA ATRAVÉS DOS CENTROS CULTURAIS

By  |  0 Comentários
Compartilhe nas Redes Sociais

Visitar o Centro Histórico de Manaus, é dar uma volta no passado e conhecer as origens da história da cidade e dos habitantes aqui da região.

Livros, documentos, textos diversos e outros arquivos contam a respeito de Manaus, mas que tal conhecer os lugares onde parte dessa história aconteceu?

O Centro Histórico de Manaus, reuni uma diversidade de locais que foram construídos nos chamados tempos áureos da borracha e contam essas histórias.

“Bora lá maninho” conhecer um pouco sobre os Centros Históricos, espalhados pelo Centro de Manaus? O Teatro Amazonas que completou 122 anos, é um dos principais cartões postais do Centro e tornou-se o símbolo da cidade.

Teatro Amazonas Foto: divulgação

Com capacidade para 701 pessoas, sedia ópera, shows musicais, peças de teatro, exposição de figurinos de antigas óperas, um café e uma loja de souvenires. É repleto de belas pinturas no Salão Nobre e na Sala de Espetáculos.

Seja para conhecer, fazer uma nova visita, ou apenas assistir a um espetáculo, quem vai ao teatro se encanta e se apaixona pela beleza e história que tem o lugar.

E uma dica amazonense não paga ingresso na visita ao teatro, só precisa apresentar a identidade. O teatro funciona nos horários de terça a sábado das 9h ás 17h e aos domingos e segundas de 09h ás 14h.

Localizado na Avenida Eduardo Ribeiro temos o Palácio da Justiça, antiga sede do judiciário amazonense, um dos mais bonitos prédios da Belle Époque.

Fachada do Tribunal de Justiça Foto: divulgação

Exposições de arte, teatro, música, leitura voltada para obras jurídicas, ações de júri simulado (feitas por alunos de cursos de direito), estão nas programações do espaço cultural.

O Centro Cultural Palácio Rio Negro local que até o ano de 1995 foi residência oficial do governador e sede do Poder Executivo, hoje abriga diversas exposições, espetáculos de danças, teatro e músicas e outras atividades culturais.

Palácio Rio Negro foto:divulgação

Um local imponente e mostra a beleza dos prédios da Belle Époque. Os espaços Palácio Rio Negro e da Justiça funcionam de segunda a sábado das 13h ás 17h e aos domingos de 11h ás 15h.

Outra dica para visitar no Centro é o Museu Casa Eduardo Ribeiro, local inaugurado em 2010 que teve seu interior restaurado, com móveis e utensílios reconstituídos para contar a história do Governador Eduardo Ribeiro, importante nome na história do Estado.

Museu casa Eduardo Ribeiro Foto: divulgação

E temos também um museu cinco em um aqui na cidade, o Palacete Provincial, onde funcionou o quartel da Polícia Militar do Amazonas espaço que conta com o Museu de Numismática, Museu da Imagem e do Som do Amazonas, Pinacoteca do Estado, Museu Tiradentes e o Museu de Arqueologia.

Fachada Palacete Provincial Foto: divulgação

Cheio de histórias e coisas chibatas para se visitar. Ambos os espaços funcionam de domingo a domingo, das 09h às 14h.

E fechando nosso tour pelo Centro Histórico de Manaus, temos o Paço da Liberdade, que abriga o Museu da Cidade de Manaus, onde se encontra a exposição permanente “A Cidade de Manaus: História, Gente e Cultura”.

​Paço da liberdade Foto: divulgação

O local possui as salas Afluentes do tempo, Rio Voadores, Anéis do Crescimento, Arqueologia, sala dos Prefeitos, e as exposições ‘’Mercado, Capoteca e Herbário’’, que através desses espaços e exposições contam a história da cidade, do seu povo, dos que aqui trabalham e sua cultura regional.

A visitação acontece de terça a domingo, das 9h às 17h.

Com exceção do Teatro Amazonas, os demais Centros Culturais do Centro Histórico de Manaus possuem entrada gratuita.

E aí maninho, ficou curioso para conhecer mais a respeito? É só chamar os parentes e amigos para fazer aquela visita chibata, que é diversão garantida.

Thayene Freitas https://tipomanaus.com.br/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.