Estação das Docas – Belém

A Estação das Docas em Belém é, na verdade, um porto fluvial desativado que foi reformado para se tornar um complexo turístico. Ela é composta por 3 grandes galpões que ocupam uma área de 32 mil metros quadrados.

História

Inaugurada em 13 de maio de 2000, a Estação das Docas é um dos espaços que mais refletem a região amazônica. Referência nacional, o complexo turístico e cultural congrega gastronomia, cultura, moda e eventos nos 500 metros de orla fluvial do antigo porto de Belém. São 32 mil metros quadrados divididos em três armazéns e um terminal de passageiros.

Foto: Divulgação

O Armazém 1 foi batizado de Boulevard das Artes. O Armazém 2 passou a ser o Boulevard da Gastronomia. E o Armazém 3 é conhecido como Boulevard das Feiras e Exposições. O complexo possui, ainda, o Teatro Maria Silvia Nunes e o anfiteatro do Forte de São Pedro Nolasco.

Detalhes Históricos

Os Boulevares foram resultado de um cuidadoso trabalho de restauração dos armazéns do porto da capital paraense. Os três galpões de ferro inglês são um exemplo da arquitetura característica da segunda metade do século XIX.

Os guindastes externos, marcas registradas da Estação, foram fabricados nos Estados Unidos, no começo do século 20. Já a máquina a vapor em meados de 1800, fornecia energia para os equipamentos do porto.

Foto: PorTodosOsLados

As ruínas do Forte de São Pedro Nolasco, onde foi construído um Anfiteatro, foram originalmente construídas para a defesa da orla em 1665. O espaço foi destruído após o Movimento da Cabanagem, em 1825, e revitalizado para a inauguração da Estação.

Cultura

Teatro, música e dança são opções de diversão diárias. Nos palcos deslizantes, MPB, rock e música paraense são alguns dos ritmos que embalam as tardes e as noites dos visitantes. Grupos musicais paraenses também tem espaço na orla com o projeto Pôr-do-som. Produções teatrais para todas as idades são conhecidas por meio dos projetos Pôr-do-sol e Palco Livre. Além disso, datas festivas têm sempre programações especiais

Gastronomia

Do camarão ao sorvete. Da carne vermelha ao chocolate. Sabores regionais e de diversas partes do mundo podem ser encontrados nos restaurantes, bares, lanchonetes, sorveterias e bomboniers da Estação.

Moda e presentes

A beleza tem destaque na Estação. O complexo possui lojas de roupas e acessórios, perfumarias, artigos para presente e salão de cabeleireiro.


  •  circulação de turistas / mês
  • estabelecimentos
  • atrações
  • projetos

  • 3.500 pessoas / Dia – 95 Mil / Mês* – 1.140 Milhão / Ano
  • Gastronomia / Vestuário / Entretenimento
  • 256.552 Mil atrações / Ano
  • Dança / Teatro / Música / Cinema

* Estimativa no cotidiano, sem incluir o fluxo de pessoas nos eventos maiores como: Círio, Dia das Mães, Dia dos Pais e Réveillon.

Compartilhe

Artigos Relacionados

Rodrigo Valle