Buser lança novas rotas para impulsionar viagens de ônibus no inverno

Plataforma passa a oferecer viagens para Monte Verde saindo de São Paulo ou Guarulhos por a partir de R$ 29,90, além de criar novas rotas para Campos do Jordão. Serão mais de 30 mil assentos ofertados para destinos como esse até o fim do mês.

O mercado rodoviário segue aquecido por uma série de fatores, como os recentes reajustes no preço da gasolina e alta no valor das passagens aéreas. Outro fator que deve impulsionar o setor é a chegada do frio e das férias de julho, que acabam contribuindo para tornar as viagens de ônibus mais demandas para rotas específicas.

De olho nessa demanda, a Buser, maior plataforma de intermediação de viagens rodoviárias do Brasil, lançou quatro novas rotas exclusivas para este inverno, com foco em destinos que fazem aquele friozinho bom, tenham natureza exuberante, boas opções gastronômicas e que reúnem um pouco de história. Um deles é Monte Verde, no município mineiro de Camanducaia. Localizado num ponto alto da Serra da Mantiqueira, no extremo sul de Minas Gerais, é um destino bastante procurado por casais, mas também famílias e viajantes em geral. A partir desse mês, a startup terá rotas saindo de São Paulo e Guarulhos a Monte Verde, às sextas e aos domingos, por R$ 29,90 o trecho.

A Buser também criou duas rotas exclusivas para Campos do Jordão, no interior de São Paulo: uma saindo do Rio de Janeiro e a outra de Ribeirão Preto, sempre às sextas-feiras. Com uma arquitetura estilo europeu, a “Suíça brasileira” é um excelente destino para os amantes da natureza, pois também fica na Serra da Mantiqueira. Na estação fria do ano, a cidade Jordão registra temperaturas abaixo de zero, o que garante um cenário ainda mais especial para os viajantes se deliciarem com ótimas experiências gastronômicas. Além dessas novas rotas, continuam as viagens para Campos do Jordão a partir de São Paulo, Campinas, São José dos Campos e Taubaté. As viagens custam a partir de R$ 19,90, no trecho entre Taubaté e Campos, e R$ 49,90, no caso das saídas de São Paulo.

“Temos visto uma forte procura por destinos de temporada, por isso a ideia de priorizar os queridinhos do inverno no Sudeste, como Campos do Jordão e Monte Verde. Algumas dessas rotas, inclusive, serão exclusivas para o mês de julho, que é para atender a demanda. Dando certo, a gente pode considerar manter os grupos ao longo do ano”, afirma Luiz Benicio Rosa, head de Operações na Buser.

O executivo destaca que julho será um mês de bastante movimento na plataforma, inclusive para rotas entre cidades maiores, e dá a dica sobre a importância de reservar a viagem com antecedência. “Com a alta nos preços das passagens aéreas, trocar as viagens de avião por ônibus se tornou parte da vida e dos planos dos brasileiros. Isso impacta diretamente o nosso negócio, estamos animados. Mas diferentemente do avião, no rodoviário o brasileiro costuma ser mais last-minute e comprar em cima da hora, no entanto minha dica é para que as pessoas tentem reservar seus assentos com mais tempo de antecedência, pois ajuda na programação dos grupos e a economizar”.

Outros destinos de inverno oferecidos pela Buser:

  • Petrópolis (RJ): para quem curte aventuras, trilhas e belas paisagens. Com saídas do Rio de Janeiro, BH, São Paulo, Juiz de Fora e São José dos Campos
  • São João del Rei (MG): cidade histórica mineira. Com saídas de São Paulo, Belo Horizonte, Conselheiro Lafaiete e Barbacena.
  • Ouro Preto (MG): conforto, sossego e cultura. Cidade para quem ama centros históricos. As saídas são de Belo Horizonte.

Todas as ofertas são no modelo de fretamento colaborativo, em que as viagens são feitas por empresas parceiras da Buser que não embarcam na rodoviária e o custo do frete é dividido entre os passageiros. Com isso, a viagem chega a custar até metade do preço das passagens vendidas em rodoviárias.

Para reservar, basta acessar: www.buser.com.br/destinos-de-inverno (rotas sujeitas à lotação e disponibilidade)

Sobre a BuserA Buser nasceu com a missão de promover serviços de transporte melhores e a preços mais acessíveis. Nos três primeiros anos de atividade, a empresa promoveu o fretamento colaborativo com uma plataforma para conectar viajantes a empresas de ônibus no qual os passageiros dividem a conta final do fretamento. Nos últimos meses, a startup evoluiu, passando a ser uma plataforma de mobilidade coletiva multisserviços, atuando também como marketplace de passagens, em parceria com grandes companhias, e agora com o Buser Encomendas. Com mais de 7,5 milhões de pessoas cadastradas na plataforma digital, a empresa conta com mais de 400 parceiros (entre fretadores e viações maiores), utilizando uma frota parceira de até 1.200 ônibus. Para mais informações, acesse: www.buser.com.br.

Artigos Relacionados