Especialista em liderança palestra em Simpósio na Amazônia
Como é importante cantigas do folclore na infância
Videoclipe é gravado com o cenário do Museu da Cidade pela banda ‘Zona Tribal’
A poderosa advogada
O Ídolo manauara
Nutricionista da Nova Geração
O barbeiro da elite manauara
Climate Week – Soluções são apresentadas para o combate às mudanças climáticas no Amazonas
Pousada Amazônia Park & Suítes em Novo Airão
DICAS DE 10 APP´S PARA EDITAR FOTOS E VÍDEOS DOS SEUS FILHOS
Café Armazen296 promove evento com exposição de fotografias e música
Mato Grosso: pousada flutuante Salto Augusto
A diferença entre Leiturinha e PlayKids Explorer
Você contribui para as mudanças climáticas?
5 tradições que você nem sabe que são simpatias
Peças handmade: crochê, bolsas artesanais e elementos naturais na moda
Escalada no meio da selva amazônica
previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

AURORA DO TOCANTINS, UM PARAÍSO ESCONDIDO NO BRASIL

By  |  0 Comentários
Compartilhe nas Redes Sociais

A cidade Aurora do Tocantins, município situado na região sudeste do Tocantins, está a 486km de Brasília e a 530km de Palmas. Para quem sai de Brasília, é só seguir sentido Chapada dos Veadeiros, e para quem sai de Palmas, é descendo o estado pela BR 010. Recebeu o nome de Aurora por conta da Serra Geral que a circunda, fazendo com que o sol dê suas caras mais tarde, ao mesmo tempo em que amanhece com uma luz única. O município é pequeno, está a uma altitude de 468 metros e a população estimada é de 3.550 habitantes. Acredito que a maioria nunca ouviu falar a respeito! Pois bem, então veja o que Aurora do Tocantins tem para te oferecer!”’

Lá está o Rio Azuis, o menor rio do país, segundo o Guinness Book, com extensão de 147 metros. De uma beleza indescritível, tem água totalmente cristalina, característica de muitos locais incríveis no Tocantins. Lá estão também mais de 200 cavernas catalogadas, além de cachoeiras, corredeiras e dunas. Da região emergem fósseis da fauna grandiosa da Idade do Gelo; ursos e tatus gigantes, onças maiores do que as atuais, parentes de lhamas e camelos, parecendo personagens de desenhos animados. Animais desaparecidos há milênios, cujo estudo promete iluminar cenários do futuro dos ecossistemas brasileiros, em tempo de mudança climática. Junto aos fósseis de animais, cientistas descobriram vestígios humanos, como dentes e pinturas rupestres. Ainda à espera do resultado da datação, esses dentes podem ser alguns dos mais antigos registros humanos do país, testemunhos de capítulos desconhecidos do povoamento das terras que hoje formam o Brasil. Sem falar no clima da cidade do rincão do Brasil, calmo, com pessoas nas portas vendo a vida passar, galinha caipira no almoço, cachaça curtida, carne fresca e brisa no rosto.

Dá para perceber o quão incrível é essa região e o quanto temos para explorar por lá. Quem tem me acompanhado no Instagram tem visto o quanto amo conhecer novos lugares por esse Brasil. Aurora do Tocantins foi um desses que eu nem tinha ouvido falar, nem sabia da existência. Até que o pessoal dos Calangos do Planalto, grupo de turismo de aventura de Brasília, resolveu divulgar a expedição no carnaval. Era o momento certo, para o lugar certo e com o grupo certo!

Os Calangos do Planalto já exploram o ecoturismo do DF, entorno e regiões adjacentes há 20 anos. A ideia do grupo surgiu em prol da qualidade de vida, contato com a natureza e experiências ao ar livre em lugares paradisíacos e alternativos. Nesses anos, o grupo tem focado no lazer, esporte e aventura junto à natureza, com uma equipe de profissionais especializados e experientes na área. As viagens e imersões incluem todo o planejamento e roteiro, com equipamentos, material de segurança e informações a respeito de cada lugar explorado. Oferecem atividades para os amantes da adrenalina e também para os inexperientes que têm interesse em superar limites e melhorar o condicionamento.

Dunas Brancas

A duna está perto da Cachoeira do Ribeirão e é um lugar maravilhoso para assistir ao pôr do sol. A caminhada até lá é na areia mesmo, e chegando à duna é preciso disposição física para subi-la, pois, devido ao declive, à areia fofa, ao calor e ao tamanho da duna, dá uma boa canseira. Eu subi correndo, lembro que quase morrendo, diga-se de passagem, porque o sol já estava se pondo e queria ver o espetáculo por inteiro. Vale todo esforço, pois o visual das veredas, da Serra Geral, dos buritis na mata e do sol, é coisa de doido… Que lugar lindo, além da energia e da calmaria. É incrível ver-se no topo de uma serra, observar o céu mais de perto, ver as cores que mudam ao passar de cada minuto. É uma atração, sem dúvida alguma, obrigatória.

Rio Azuis

Rio Azuis é o atrativo mais conhecido de Aurora. Tem esse nome por conta da tonalidade azulada e cor cristalina que encanta moradores e turistas. Não, nem só de Jalapão vive o Tocantins! Aurora também tem lugares paradisíacos e muito mais baratos do que se imagina. Sabe quanto custa a entrada no Rio Azuis? R$ 10, apenas. Conta com estrutura de bar, abre às 8h da manhã e fica até o entardecer. Nos arredores, é possível encontrar restaurantes de comida caseira que ficam abertos até à noite.  O rio, como disse acima, é considerado um dos menores do mundo, com apenas 147 metros de comprimento, até encontrar com o Rio Sobrado.
Siga de carro pela TO 110, ele está a 22 km de Aurora do Tocantins. Como o acesso é fácil e bem sinalizado, não é preciso de guia e não há trilha.

Cavernas

Aurora do Tocantins é repleta de cavernas em diversas formações rochosas da região. Como já falei nesse post, são mais de 200 que já foram descobertas e os moradores dizem ter certeza que ainda descobrirão várias que continuam escondidas. É um lugar perfeito para quem curte explorar labirintos debaixo da terra e conhecer mais sobre a história da fauna e flora do Brasil. Eu visitei a Gruta dos Moura, que, apesar de pequena, escondia fósseis de onça e até pintura rupestre. A travessia é curta, mas é preciso disposição para caminhar de quatro apoio, lidar com os morcegos e atravessar uma parte de chaminé. Chaminé é o termo usado quando abaixo de você tem um buraco e a passagem é feita por meio de força contrária do seu corpo na pedra. Não é coisa de outro mundo e pode servir como uma grande superação para os que não se aventuraram ainda em caverna. Mas como toda a experiência do pessoal dos Calangos do Planalto, disposição e segurança, tudo fica mais tranquilo.

Fonte: https://levenaviagem.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.