Eliane Nascimento Atem

Eliane Nascimento Atem - Alexandre Stone.

Agente de sonhos

Com 21 anos de profissão, a corretora Eliane Nascimento Atem se dedica a realizar os desejos de seus clientes durante a busca pelo imóvel perfeito.

Um bate-papo descontraído e despretensioso sobre o ramo imobiliário foi o suficiente para a corretora Eliane Nascimento Atem se apaixonar pela área. Hoje, com pouco mais de duas décadas atuando na profissão, ela se dedica a auxiliar milhares de pessoas na difícil tarefa de encontrar o melhor imóvel, seja para formar um novo lar ou dar início a novos investimentos.

Formada em Letras – Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), com especialização em Negócios e Marketing pelo Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas (Ciesa), ela detalha que o interesse surgiu em uma roda de conversas na cantina da faculdade. “Um amigo falava com brilho nos olhos sobre a esposa ter entrado na área imobiliária. Mesmo que não estivesse falando diretamente comigo, a energia e o entusiasmo dele me fez ir até à empresa falar com o gerente. A partir da primeira entrevista já entrei para o time de consultores. O gerente e o Recursos Humanos da empresa nem precisaram trabalhar”, especifica com entusiasmo.

Aos 25 anos de idade, ela deu início ao seu primeiro mês de trabalho no âmbito da corretagem, conquistando grandes resultados e mostrando todo o seu potencial para a área. “Até hoje, eu sou imensamente grata ao senhor Roberto Alves e a toda equipe da construtora Engeco. Mesmo sem referência alguma, eles acreditaram no meu potencial e na minha ousadia”, pontua.

Atualmente, a corretora de excelência possui seu próprio escritório, localizado no edifício Skye Platinum Offices, prédio comercial de padrão internacional.

Eliane Nascimento Atem
Eliane Nascimento Atem – Alexandre Stone.

Destaque na Profissão

O potencial e a ousadia de Eliane se destacaram em seu início de carreira, mas sua postura, seus resultados, sua capacidade de ter uma visão estratégica e sua habilidade em se conectar com as pessoas foram essenciais para sua trajetória de sucesso. De acordo com ela, é necessário observar algumas dicas para se tornar um corretor diferenciado no mercado.

A primeira delas é a atualização constante. Parar de estudar não faz parte da profissão e Eliane segue esse conselho à risca. Além da série de cursos profissionalizantes que compõem seu currículo, ela é pós-graduanda de Negócios na Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Outra exigência é ter uma reserva financeira para os próximos três meses, considerando todos os obstáculos da profissão. Capacidade de resolver conflitos também não pode faltar. “A decisão de uma compra de alto valor agregado, como é o imóvel, pode criar tensões em um casal, por exemplo. A linha tênue da sensibilidade nessa hora é fundamental para que os clientes realizem a compra sem gerar tensão entre eles mesmos”, salienta Eliane.

Eliane Nascimento Atem
Eliane Nascimento Atem – Alexandre Stone.

Agarrar as oportunidades que o mercado apresenta também é um dos conselhos da corretora. “Você está no olho do furacão e as oportunidades aparecem primeiro para você, logo, invista em imóveis e propriedades. Crie assim lastro financeiro para você como profissional. As oportunidades sempre surgem e sempre surgirão, basta ter sua reserva financeira e coragem para investir”, explica.

E é claro que, dentre as qualidades necessárias para o sucesso da profissão, de acordo com Eliane, ter habilidade e amabilidade com as pessoas não poderia faltar. “Além de itens técnicos, como localização e capacidade de investimento conforme o orçamento do cliente, o corretor de imóveis deve ser um especialista em pessoas. Um pouco de psicologia e habilidade nos relacionamentos faz muita diferença, já que a aquisição do imóvel envolve família e até mesmo familiares. Há casos em que, mesmo deixando de receber os honorários, é preciso recomendar ao cliente que não adquira determinado imóvel em algum momento, justamente para se adequar a real necessidade, que às vezes ele não consegue perceber sozinho. Dessa forma, a confiança profissional vai se consolidando”.

Compartilhe

Artigos Relacionados

Marilda Porto e Marcílio Santos