Acidentes domésticos podem ser evitados?

As crianças enxergam com as mãos! A curiosidade normal da infância faz com que a criança tenha vontade de tocar tudo o que encontram pela frente.

O trauma mais comum atendidos em prontos-socorros envolvem as mãos, cerca da metade dos acidentes nas mãos ocorre dentro de casa e as crianças são as principais vítimas. Os mais comuns são causados por portas e janelas que esmagam mãos e dedos, por objetos cortantes ou ainda queimaduras.

A boa notícia é que a prevenção não requer muita sofisticação. A cozinha e a área de serviço devem ser locais proibidos para os pequenos, pois além de abrigarem facas, tesouras e substâncias perigosas, oferecem ainda o risco de queimaduras. Fixadores de porta também ajudam a evitar os tão comuns esmagamentos, muito cuidado também quando forem fechar as postas do carro, um local comum também de contusões das mãos em crianças!

O que fazer diante de um acidente?

Pais ou responsáveis devem relatar ao médico a situação e a forma como a criança caiu ou foi atingida. Do mesmo modo, informar a circunstância em que a criança mais sente dor pode contribuir para o diagnóstico: observe se ela grita ou chora ao trocar de fralda ou ao ter seu braço pressionado, por exemplo. Caso tenha um ferimento, limpe com água corrente e cubra-o com material limpo. Evitem colocar remédios caseiros e leve a criança imediatamente ao pronto atendimento!

Artigos Relacionados